19.6.08

Fruto fictício








Eis o fruto fictício e mortal
Que num gesto preciso
No gume de uma certeza
Metamorfose da semente germinada
Irá saciar a boca
Percorrer o palato

Sinto
A desprender-se
Do corpo reinventado
Que toma diversas formas
Numa alquimia secular

Etiquetas:

19 Comments:

Blogger Algodão doce said...

Gostei tanto do post,mas tanto!
kiss

2:42 da tarde  
Blogger Dalaila said...

este post come-se como a poesia alimenta

3:50 da tarde  
Blogger Vanda C. said...

A alquimia secular...é o processo de alguns encontros é Alquimico...transmuta o que a vida nos arremessa. também eu quero conhecer-te...vanda_caetano@hotmail.com...vamos combinar???

8:07 da tarde  
Blogger Vanda C. said...

A alquimia secular...é o processo de alguns encontros é Alquimico...transmuta o que a vida nos arremessa. também eu quero conhecer-te...vanda_caetano@hotmail.com...vamos combinar???

8:07 da tarde  
Blogger Alexandre said...

Adoro este fruto fictício... gostava que ele fosse real!!!

11:33 da tarde  
Blogger Marco Coelho said...

Olá, há algum tempo que por aqui não passava.
Gostei bastante do que li.
Também gostei das fotos como sempre.
Foi bom voltar, e ver que o que é de bom continua a imperar no teu blog.

11:53 da tarde  
Blogger Sam said...

Vou saciado.

=D*

6:18 da manhã  
Blogger lampâda mervelha said...

Que palavras as minhas, tão vãs quando e desprendidas, quando ler-te é sim uma alquimia.

Tiro o chapéu.

1:41 da tarde  
Blogger Martinha said...

Oh... fantástico... diria mesmo "de abrir o apetite" :D

2:16 da tarde  
Blogger MARIA MERCEDES said...

E se assim não for, castiga-o e leva-o para a torradeira!

beijinho

3:44 da tarde  
Blogger Paradoxos said...

ja tinha saudade tantas...
amei-te passar por ca!

BELO!!

BEIJÃO em ti amiga estimada!

4:59 da tarde  
Blogger gota de água said...

Vim visitar o teu blog e gotei muito dos teus textos, principalmente deste...
Irei continuar a vir aqui :D

11:01 da tarde  
Blogger camila said...

Belas imagens...
As alquimias que acontecem dentro de nosso corpo são as mais fantásticas do universo.
Parabéns.
Beijo
=)

8:59 da tarde  
Blogger nana said...

e as saudades...

este fruto fictício sacia(-me) também as saudades...




..

2:25 da tarde  
Blogger Ina said...

Andei meio reclusa, mas agora tô de volta. Sempre bom passear pelo seu blog!! Fiz umas mudanças no meu e criei outro. Dá uma conferida :)
besos

3:44 da manhã  
Blogger tonsdeazul said...

Ai que fome!
O pão que alimenta a fome e as palavras que saciam a alma!

6:47 da tarde  
Blogger mundo azul said...

Lindo o seu poema!
Adorei ter vindo aqui...Obrigada pela gentil visita!
Beijos de luz...

6:47 da tarde  
Blogger Maria José said...

Sentes... a magia e amargura de instantes que falam ao ouvido.

9:34 da tarde  
Blogger Shelyak said...

Revendo-te e com saudades...
Beijinho

4:54 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home