12.2.08

des...frutar



Cada fruto que vem…
Adquire corpo e promete


Desejo-o pela forma rotunda
Imagino-lhe o travo
Que não se anuncia
E só por detrás da pele
Procurando se revela


Côncavo sentir
Nos esconsos da alma
No temor deturpado da ansiedade
Escondesse um espólio de lágrimas caladas


Numa angústia particular
Ganha o gesto violento de possuir
Ao alcance da boca bucólica
Saliva o desejo de desfrutar


Descarna a ilusão
E minora a sede da secura do corpo
Dos dias excessivos
De amores desesperados


Às horas da sede e do deslumbramento
Em estado febril da natureza
Pronta a dispor do desejo
Dilacerado
Balbucia uma essência amarga e acre
Onde pousam os lábios
Devagar, muito devagar

Etiquetas:

46 Comments:

Blogger Oliver Pickwick said...

Fruta; frutar; desfrutar. Viver.
Beijos!

11:51 da manhã  
Blogger LNeves said...

:) Há que saborear cada coisas pelo que é...

***MUAH*** achei piada ao tema :)))

12:05 da tarde  
Blogger tonsdeazul said...

Delicioso. :)

1:45 da tarde  
Blogger joana said...

gostei da forma como partiste de um simples fruto e chegaste a algo tão transcendente..

2:15 da tarde  
Blogger Chris said...

eheh bela brincadeira de palavras... gostei :)

Escreves muito bem... nem falo na foto :P

Beijinho (:

2:21 da tarde  
Blogger telma said...

de uma coisa tao simples chegou-se a algo mesmo giro ^^ *

2:24 da tarde  
Blogger Noivo said...

e uma mordida saborosa?:)

3:12 da tarde  
Blogger Siala ap Maeve said...

Uma fruta magnificamente desfrutada...
Bjos com sabor a fruta

3:47 da tarde  
Blogger farfalla said...

vim retribuir a visita

também gostei deste cantinho ;)

voltarei, para de novo desfrutar :)

_baci_

4:12 da tarde  
Blogger Adri - Dri - Drika said...

muito belo ;)

5:10 da tarde  
Blogger Shelyak said...

"Cada fruto que vem...
Adquire corpo e promete

Desejo-o pela forma rotundo
Imagino-lhe o travo..."

Apetecia continuar... Vamos lendo e sorrindo...
Adorei, é a palavra certa!

Beijinhoooooo

7:09 da tarde  
Blogger Plum said...

Des...frutei!!!***

7:47 da tarde  
Blogger Susanyttah said...

lindo!

8:24 da tarde  
Blogger Luis Beirão said...

...é claro que há sempre aquela classe de gente que desfruta por não desfrutar. Será isso desfrutar na mesma? ;-)

Bjs

8:34 da tarde  
Blogger Bloguemate said...

Bom exercício, fiquei com vontade de dar uma trinca, não dei mas saboreei as tuas palavras.
Thx pela tua visita, bjs

9:44 da tarde  
Blogger lupussignatus said...

Maduro


Doce


Aromático


Numa palavra



Frutuoso

10:37 da tarde  
Blogger Rocket said...

Lembraste-me do que que me esqueci: Acabei o stock de Granny Smith e o super hiper já fechou... Belo poema. Sabes finalizar o que não tem fim...

10:48 da tarde  
Blogger Sorrisos em Alta said...

Muito bem trabalhado

Congratulations

12:14 da manhã  
Blogger Martinha said...

fantástico :D
e essa maçã... hum... deu-me fominha :P

1:06 da manhã  
Blogger @zulebranco said...

Interessante o jogo de palavras, numa analogia quiça brilhante sobre a vida e o jogo do belo e agradável.....
Sorriso grande para ti

8:35 da manhã  
Blogger Ana Paula said...

Um fruto tão apetitoso, fresco...e ainda para mais, saudável! A acompanhar com belas palavras poéticas...

Parabéns! :)

11:54 da manhã  
Blogger Viajante pelos Sentidos said...

Tão delicioso como uma fruta sumarenta e doce... Adorei!

Beijo viajante...

1:10 da tarde  
Blogger Ana said...

E é tão bom des..frutar de palavras tão envolventes que temos sempre o prazer de ler quando por cá passamos...
Li...reli...des...frutei e fui absorvida...

Adorei
Fica bem
Beijinho frutado..

2:22 da tarde  
Blogger Sniqper ® said...

Devagar, bem devagar, a vida se saboreia e se vive disfrurando o que ela tem de melhor... Os sentimentos.

2:48 da tarde  
Blogger MARIA MERCEDES said...

Desfrutar o acalmar do desejo...

bjs

3:34 da tarde  
Blogger Spectrum said...

Aqui, o fruto desnudado da palavra sentida.
Sempre um prazer sentar-me por cá.
Beijo

4:09 da tarde  
Blogger ~pi said...

verdeeeeeeeeeeeeeeemaçã

7:06 da tarde  
Blogger ~pi said...

ver me lha

7:06 da tarde  
Blogger bruno said...

gostei!

7:33 da tarde  
Blogger Maria Laura said...

Bela forma de sugerir o desejo... e o desfrutar da vida. Gostei muito do teu "jogo" de palavras.

8:03 da tarde  
Blogger Maria José said...

O prazer dos sentidos, lançado no ar pela antecipação do pensamento, que vai tão além do imediato... que mergulha fundo no desejo e perde a noção da realidade... para depressa se ancorar ao fundo do inesquecível.

8:21 da tarde  
Blogger Maria José said...

O prazer dos sentidos, lançado no ar pela antecipação do pensamento, que vai tão além do imediato... que mergulha fundo no desejo e perde a noção da realidade... para depressa se ancorar ao fundo do inesquecível.

8:21 da tarde  
Blogger AURORA ( LOLA ) said...

LINDOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO



adoreiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii




Um dia tudo, um dia nada
Hoje um sorriso, amanhã uma lágrima!





bjs

11:59 da tarde  
Blogger Ina said...

A vida é o eterno desejo de desfrutar...des frutar.
Adorei o poema!
Besos

3:48 da manhã  
Blogger mariazinha said...

nhac!
;)
beijo (com sabor a maçã verde!)

7:41 da tarde  
Blogger Sam said...

Desfrutei não só deste poema, mas de muitos que pude ler neste teu cantinho tão convidativo.
Voltarei com certeza, e desde já sinta-se à vontade para ir e vir do meu pequeno universo quando bem entender.

Bjos!!!

7:52 da manhã  
Blogger lampâda mervelha said...

Magnânima frutose de expressar.

:)

11:19 da manhã  
Blogger Vera Carvalho said...

Ao longo do poema insinua-se o desejo,
goteja a saliva,
adocica-se a vontade.

Trinquei-o...

8:19 da tarde  
Blogger nana said...

....

8:35 da tarde  
Blogger Anjo said...

excelente, muito bem escrito.

3:55 da tarde  
Blogger Isabel said...

lenta e profundamente erótico o fruto das tuas frutadas palavras.

sim
lentamente
devagar
muito
devagar
salivar
deixar os lábios pousar
lamber
sorver
disfrutar
devagar
muito devagar


trincar
amanhã
talvez
quem sabe
se calhar


Até breve

Isabel

4:21 da tarde  
Blogger RedLightSpecial said...

Uiiii... se soubesses o significado que este teu post tem para mim... soberbo!
Muitissimo bem (d)escrito, deliciosamente frutado, apetecível.
:)
A foto como sempre linda...
red kisses to you!!

3:22 da tarde  
Blogger tufa tau said...

lábios beijando a casca
numa primeira mordida
sempre deliciosa

adoro maçãs... e verdes

10:57 da tarde  
Blogger Pearl said...

fico sempre pasma coma forma como descreves as coias parentemente mais insignificantes!
B R A V O !
:o)))***

11:41 da manhã  
Blogger isabel victor said...

DEs.frutei com imenso prazer :))

Vou passando ...


iv*

10:08 da tarde  
Blogger Carol Barcellos said...

Nunca mais vou olhar pra uma mçã verde da forma que olhava antes, agora adquiriu um sentido todo poético pra mim...
Teus poemas são maravilhosos, lindíssimos, e as trilhas sonoras do blog, fantásticas. Aproveito pra elogiar aqui a escolha musical da outra postagem sobre o farol: Mad rush, do Philip Glass...porque música minimalista deixa nossa mente tão livre pra pensar nas coisas aparentemente tão mínimas, mas tão significantes!!!

Beijos doces cristalizados!!! :o*

2:47 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home