24.11.07

figura singular



Mutável
Deu aos olhos
A figura singular

Numa constante deambulação
Mas em que nada o detém
enquanto o guardo no instante
Nele dança a oscilação

Figura de estilo
Despojada
Onde se ecoa e resvala
sublinha a curvatura…elo
em que a palavra se elide da matéria
Restitui-lhe a forma e resplendor
de uma metamorfose
onde tudo parece disperso mas ordenado

Etiquetas:

10 Comments:

Blogger Peach said...

A natureza tem uma maneira desordenada de se "ordenar"

Bela macro :)

beijo

1:22 da tarde  
Blogger particula-RG said...

imagem invulgar

6:39 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

a prova do humano sentido de captar o que o transcende no fulgo labor sentimental de saber-se mestre da criação. a natureza é a melhor fábrica de sonhos.
João*

6:46 da tarde  
Blogger mariazinha said...

só tu, para me fazeres achar bela uma foto com um insecto...
:)
beijo*

12:02 da manhã  
Blogger benechaves said...

Passando aqui depois de um oceano bravio que me transportou até sua querida Portugal. E vejo-a com belos versos! Voltarei com mais vagar. Boa sorte e sucesso!

Um abraço da longínqua Natal, solo brasileiro, nordeste...

2:33 da tarde  
Blogger lampâda mervelha said...

Na superfície perfumada do desejo, capaz de nos matar, assiste-se à dança dos livres corpos...



Uma imagem digna das palavras

Beijo.



( :) Já respondi ao desafio)

6:12 da tarde  
Blogger Plum said...

Singular, como toda a natureza!****

8:04 da tarde  
Blogger O Profeta said...

A ordem das coisas não será apenas um conceito obrigatório e básicamente terreno?...Falas com um mestre de artes...

Boa semana


Mágico beijo

11:13 da tarde  
Blogger Ela said...

A singularidade da tua escrita.


à flor do verso.

na imagem.



___________/ Lindo


Beijo

11:21 da tarde  
Blogger blue said...

Mais uma grande foto!

Beijinhos

12:40 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home