15.5.07

Porto de abrigo










Memórias enredadas,
Varridas ao mar,
Involuntárias.
Testemunham singulares,
As suas próprias lembranças.

Tapeçarias aprisionadas
Que se erguem e acariciam
Aos soberbos e melancólicos
Baús metálicos
Exilados na costa.

Varrem caminhos incessantemente
Em lençóis de simetria, ondulantes
Que a maré dos dias,
finge ignorar plácida

Atracado... Adormece e desperta,
num embano sereno
Ressoando desejos que ecoam
Descendo pelo murmúrio das águas,
Aguardam sem partir
Como que dizendo:
“leva-me (d)e volta…ao Porto de Abrigo”


9 Comments:

Blogger Lia said...

Parabéns pelas excelentes fotos.

As imagens são sugestivas bem como o teu título.
Há quem faça do amor o seu porto de abrigo...

Um beijo

3:29 da tarde  
Blogger sonhadora said...

Quando o crepúsculo desce e a noite cresce, o sonho faz-me suspirar.
Beijinhos embrulhados em abraços

5:55 da tarde  
Blogger LuisElMau said...

faz tempo que venho aqui ver as tuas fotos e ler alguns dos teus textos, fico quase sempre sem saber o que comentar, hoje tive vontade de, apenas, te dar os parabéns.

9:25 da tarde  
Blogger jorgeferrorosa said...

Fotos lindas, imagens que recortam a minha nostalgia. Gostei. Parabéns

11:05 da tarde  
Blogger Plum said...

Cheias de alma as tuas fotos!***

8:42 da tarde  
Blogger Nélia said...

Caro(a)s Bloggers,


A NEGRA TINTA EDITORIAL tem o grato prazer de lançar a obra “CÂMARA ESCURA (revelação), do poeta Joaquim Amândio Santos, com prefácio de António Lobo Xavier.

Sendo esta obra mais um trabalho nascido de um escritor cuja carreira foi lançada na blogosfera, a exemplo das edições previstas e possíveis no futuro próximo desta editora, será importante contarmos com a honra da presença de bloggers nas diversas acções de lançamento da obra.

Nesse sentido, solicitávamos indicação de morada ou preferência por receber o convite por mail para negratinta@gmail.com, bem como qual dos eventos escolhem para nos honrar com a sua presença.

Lançamento e Apresentações:

31 de Maio Funchal
8 de Junho Penafiel
14 de Junho FNAC Norteshopping, Porto
28 de Junho FNAC Chiado, Lisboa
5 de Julho FNAC Coimbra


Aproveitámos ainda para solicitar que qualquer manuscrito que entendam colocar à consideração desta editora para possível publicação, seja enviado por este mail, ao meu cuidado, estando previsto editarmos até 4 obras, nascidas na blogosfera, até Março de 2008.

Saudações Literárias,

Nélia Maria Pereira
Edições e Comunicação
NEGRA TINTA EDITORIAL

1:02 da manhã  
Blogger Sandokan said...

Eu sou o GUERREIRO LUZ , porque sonho. Sem sonhos, as pedras do caminho tornam-se montanhas, os pequenos problemas são insuperáveis, as perdas são insuportáveis, as decepções transformam-se em golpes fatais e os desafios em fonte de medo.

Liberta a tua criatividade e acredita, também, no GUERREIRO LOBO. Tu és uma pérola única no TEATRO DA VIDA.

Não vivo de pesadelos. Tenho sonhos como qualquer ser humano que procura a luz que nos guia. A vida envia-nos muitos sinais, basta estar atento e procurá-los à nossa volta.São muitos e enviados das mais diversas maneiras. Por isso sou um GUERREIRO LOBO, que mantendo a calma, sabe esperar e nunca ter medo.

Abri há pouco a janela
do meu quarto minguado,
entrou o vento
soprando forte
trazendo uma trova
e uma canção
com um refrão tão triste
que diz
que nunca mais te encontrarei.

Parti como um louco,
gemendo e chorando
e à tua porta bati.
Apareceste-me
bela e singela
com a tua leve candura
na face tinhas a lágrima da
desventura.

Soltei um grito de pânico,
que atravessou o oceano
e num rochedo fez eco
levado pelos anjos
que partiram para sempre.

Grito agudo e
lancinante
que transporto sempre no peito
deixando amargas liras
e a saudade de te ver.
Perdi-te meu AMOR.

Meus amigos e amigas: Aceitai o medo como que ele faça parte integrante das nossas vidas. Aceitai-o, mas não tenhais receio de AMAR. Aceitai especialmente o medo da mudança, mas saibamos caminhar sempre em frente apesar do bater do nosso coração nos lançar um grito lancinante como que a dizer: VOLTA PARA TRÁS!
As trevas da noite caem, mas a manhã volta de novo ainda mais brilhante.
Manteremos viva a nossa ESPERANÇA.

Com especial carinho para ti, dedico este meu poema.

Sou um GUERREIRO LOBO que habita as paragens das caçadas eternas do bosque da felicidade, o "nosso" :

http://lusoprosecontras.blogspot.com

Vinde até ele ouvir a minha história. É uma história de um Povo, e o Povo é simples como eu.

Deixo-te aqui, neste teu cantinho maravilhoso, um grande abraço de Amizade.

SANDOKAN

5:09 da manhã  
Blogger Maria said...

As fotos são excelentes.
Estou no meu meio...

3:41 da manhã  
Blogger porque te amo said...

gosto das tuas fotos.
bom fim de semana!
1beijo... entre pianos

3:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home